Remédio Carnal

Ah, menina, esta é a noite
Sente as brasas, benzinho?
Que tal um pouco de carinho?
Já não posso mais agüentar
A violência só faz aumentar
E quando vem esse sinal
Eu quero remédio carnal
Remédio carnal, menina
Tão bem a gente se sente
Porque ajuda a aliviar a mente
Remédio carnal, moça, me faz bem
Remédio carnal é o que me faz bem
Sempre que uma lágrima cai de tristeza
E minha loucura fica uma dureza
Uma coisa eu posso fazer
E é para o telefone correr
Meu benzinho, minha flor
Sei que estará pronta a me aliviar
A me dar carinho pra me libertar
Se não sabe o que você tem de especial
Eu lhe digo, querida: é remédio carnal

— Marvin Gaye, 1982

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s