O Casamento: Capítulo 23

“Como foi o jogo com Mylle?” perguntou Alia durante os preparativos para o recolhimento noturno.

“É um bom jogo,” respondi, “pretendo me aprimorar nele. É bom pelo modo como faz você pensar. Você tem que bolar a defesa e o ataque ao mesmo tempo, mas se virar com o que tira nos dados. Percebo que aprenderei alguma coisa com ele.” Alia suspirou e me olhou, exasperada.

“Como foi com Mylle?” Alia refez a frase. Dei um sorriso por ter perdido a nuance da sua primeira tentativa.

“Eu gosto dela,” respondi, “ela pensa rápido.” Fiquei em silêncio por um instante, recordando o quanto ela precisou de tranqüilização. “Não acho que ela tenha recebido antes a devida consideração. Tentei aliviar os seus temores.” Lucius bateu à porta, e mandei-o entrar.

“A princesa, meu Senhor,” disse Lucius ao entrar, seguido por Angelica. Lucius saiu e fechou a porta.

“Posso tomá-lo emprestado por um instante?” perguntou Angelica para Alia. Alia assentiu, sorrindo. Eu não sabia que era uma propriedade que pudesse ser emprestada. Angelica caminhou graciosamente na minha direção e me surpreendeu com um agradável beijo nos lábios. Ainda parecia um beijo de tia, mas de uma tia que me era muito querida. “Mylle voltou a ser totalmente o que era; agradeço-lhe por isto,” disse Angelica. Sorriu para Alia e dirigiu-se à porta.

“Acho que o jogo correu melhor do que você pensa,” disse Alia com doçura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s