O Quê?

Que
De nosso louco amor restaria além de cinzas
Eu
Adoraria que a terra parasse para descer
Tu
Me dizes que não vales a corda para te pendurar
É pegar ou largar

Prazer
E dor é o que o amor engendra
Sou
Ao menos consciente de que meu coração pode se partir
Seja
Dito, aliás, que tenho muito o que aprender
Se eu bem soube te compreender

Amor cruel
Como um duelo
Costas com costas e sem piedade
Tu
Tens a escolha das armas
Ou a das lágrimas
Pensa nisso
Pensa nisso
E percebe que é na vida e na morte

Que
De nosso louco amor restaria além de cinzas
Eu
Adoraria que a terra parasse para descer
Tu
Preferes morrer a te render
Vai então saber, vai compreender

Amor cruel
Como um duelo
Costas com costas e sem piedade
Tu
Tens a escolha das armas
Ou a das lágrimas
Pensa nisso
Pensa nisso
E percebe que é na vida e na morte

Tu
Preferes morrer a te render
Vai então saber, vai compreender

Que
De nosso louco amor restaria além de cinzas
Eu
Adoraria que a terra parasse para descer
Tu
Me dizes que não vales a corda para te pendurar
É pegar ou largar

— Serge Gainsbourg, 1985

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s