Eu Adoro As Garotas


Eu adoro as garotas do Castel
Eu adoro as garotas do Régine
Eu adoro as garotas que vemos na “Elle”
Eu adoro as garotas das revistas
Eu adoro as garotas da Renault
Eu adoro as garotas da Citroën
Eu adoro as garotas dos altos-fornos
Eu adoro as garotas que trabalham na TV

Se estás desse jeito, telefona pra mim
Se estás daquele jeito, me telefona

Eu adoro as garotas de dote
Eu adoro as filhinhas de papai

Eu adoro as filhas de Lot
Eu adoro as filhinhas sem papai
Eu adoro as garotas de Megève
Eu adoro as garotas de Saint-Tropez
Eu adoro as garotas que fazem greve
Eu adoro as garotas que vão acampar

Eu adoro as garotas de La Rochelle
Eu adoro as garotas de Camaret
Eu adoro as garotas intelectuais
Eu adoro as garotas que me fazem rir
Eu adoro as garotas que formam a velha França
Eu adoro as garotas do cinema
Eu adoro as garotas da Assistência
Eu adoro as garotas em apuros

Se estás desse jeito, telefona pra mim
Se estás daquele jeito, me telefona

— Jacques Lanzmann, 1967

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s