É Meu, Senhor?

Sei que há uma razão para sozinho eu ter de ficar
Você diz que eu posso chamar de meu um silencioso lugar
É meu, ó, Senhor, é meu?

Você sabe que me canso muito das lutas desta vida
E muitas vezes aqui Você é a única esperança que é percebida
É meu, ó, Senhor, é meu?

Quando tudo está escuro e a desordem parece imperar
Não há nada a vencer e não é preciso lutar

Nunca deixo de me espantar com esta terra e sua dureza
Mas parece que o tempo da compreensão é o tempo da tristeza
É meu, ó, Senhor, é meu?

Quando tudo está escuro e a desordem parece imperar
Você não tem que vencer e não é preciso lutar

Ah, como sentir eu queria
Sua doçura ao longo do dia
O amor que brilha em volta seria meu
Nos dê uma resposta, pode ser?
Sabemos o que temos de fazer
Deve haver mil vozes tentando se intrometer

— Roger Hodgson, 1979

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s