O Casamento: Capítulo 05

O jantar foi um evento mais modesto do que a noite anterior. A comida era abundante em igual medida, mas somente os serviçais mais importantes estavam presentes. Os diálogos eram amenos: o clima e a caça eram os tópicos principais. A política finalmente deu uma folga e não entrou na conversa. Imediatamente antes que fosse servido o prato principal de pato assado, Angelica fez uma surpresa: ficou de pé e exigiu a atenção de todos.

“Para que jamais se diga que um Urso esquece as suas dívidas,” pronunciou Angelica em alta voz, “eu devo ao meu noivo um anúncio. Perdi uma disputa feita entre nós.” Interrompeu a fala por alguns instantes, aguardando que assimilassem, e depois continuou: “Hoje o príncipe Cayden Southerson foi o melhor no cavalo. Uma corrida difícil e justa.” Houve um misto de vivas e de risadas em reação ao pronunciamento. Angelica sorriu para mim. Me levantei, fiz uma reverência, e beijei a sua mão; então fiz um gesto de silêncio.

“No prazo de dois meses, a minha noiva se tornará minha esposa e futura rainha,” falei, “outra disputa que eu venço sem as mãos.” Angelica ficou levemente corada, e eu não entendi como ela fez assim de pronto. Trouxe-a para perto e beijei-a no rosto. Juntos éramos bons. A comemoração prosseguiu ruidosamente.

“Será que eu posso lhe pedir uma coisa, vossa Majestade?” Angelica perguntou à minha mãe quando começaram a servir a sobremesa feita de maçãs e creme de leite. Ela falou alto o suficiente para ser ouvida por todos à volta, inclusive os pais dela e o meu pai.

“É claro, Angelica,” respondeu minha mãe. A minha curiosidade se aguçou.

“Eu gostaria de solicitar um dos seus empregados para me servir pessoalmente,” continuou Angelica em tom casual, “facilitaria a minha adaptação à casa.”

“É um pedido prudente,” interveio meu pai, balançando a cabeça na direção da minha mãe em sinal de assentimento.

“Sim, não tenho ressalvas,” propôs minha mãe, “se a parte concorda, será feito.”

“Excelente,” disse Angelica em voz alta, selando o acordo. Os seus pais pareciam felizes com a solicitação da filha visando ao futuro. Se eu soubesse a declaração seguinte de Angelica, não encheria a boca de maçãs e creme de leite. “Conversei com uma certa Alia Targot hoje à tarde e, contanto que você permita, ela concordou.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s