O Casamento: Capítulo 04

A reunião estratégica com o meu pai e o rei Toric correu bem. Apresentei, como se fosse minha, a idéia das cornetas; foi muito apreciada e aceita. Os dois reis ficaram consternados por não terem eles mesmos pensado nisto. Subi no conceito deles, o que considerei muito satisfatório. Eu sabia que a idéia era de Angelica, mas, com os elogios que recebi, foi como se eu tivesse esquecido. Ela nunca seria a minha primeira opção como esposa. Ela seria a minha primeira opção como rainha.

As conversas prosseguiram até o jantar. Discutimos todos os tipos de estratégia: o rompimento de cercos, as manobras de flanco contra os arqueiros, e o uso da infantaria e da cavalaria. O básico, na maior parte, eu conhecia. O que complicava o assunto era a integração das múltiplas forças. Como é que você destrói um exército sem ferir os seus aliados? Ficou estabelecido que a melhor solução eram ondas coordenadas: nunca lutar com os dois exércitos inteiros ao mesmo tempo. Investir com a cavalaria pesada, recuar, daí os arqueiros em conjunto, depois uma outra onda da cavalaria conjunta. Sem trégua para o adversário. Concordamos que a infantaria só se envolveria completamente depois que o ritmo de batalha tivesse diminuído a ponto de ser possível, a todos, distinguir os amigos dos inimigos. Ao se aproximar a hora do jantar, quase tudo estava decidido. Se o Lobo escolhesse se mover, seria a sua ruína.

“Vou retransmitir tudo ao meu filho,” disse o rei Toric, “ele ficará sabendo e será o meu segundo-em-comando, como Cayden para você.” Me deu uma palmada forte nas costas. Fiz questão de, mais uma vez, ignorar o impulso e aceitar a fisgada.

“Eu queria que ele tivesse se juntado a nós,” falei, achando que seria prudente desenvolvedor um relacionamento com o futuro rei.

“Ele só trabalha,” riu o rei Toric, “não tem ninguém melhor em batalha, mas é meio maçante quando se trata de cerimônias e banquetes. Você o conhecerá em breve.” Senti que havia alguma coisa oculta sobre Uri Douderson. Angelica não estava nem um pouco entusiasmada para conversar sobre ele no banquete da noite passada. Ela deu o mesmo tipo de desculpa vaga pela sua ausência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s